//
archives

alucinados

This category contains 56 posts

“Acabamos o ano bem” — ministro da Economia


Privatizações/EDP

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, afirmou hoje que o ano de 2011 termina “bem” com a assinatura do contrato de venda da posição pública na EDP à China Three Gorges, prometendo “continuar a trabalhar com as autoridades chinesas”.

“Acabamos o ano bem e continuamos a trabalhar para reforçar o investimento estrangeiro em Portugal”, afirmou Álvaro Santos Pereira, depois da formalização do negócio de compra da participação pública de 21,35 por cento na eléctrica liderada por António Mexia, no Ministério das Finanças.

Em declarações aos jornalistas, o ministro da Economia e do Emprego garantiu que o Governo vai “continuar a trabalhar com as autoridades chinesas”, realçando que “Portugal vai continuar a mostrar que é um óptimo destino para o investimento directo estrangeiro e vai continuar a trabalhar nesse sentido”.

»»»» um excelente comentário do online:

Meus Amigos, algum de vós dava emprego (não estou a falar de trabalho…) a alguém com esta “Carreira de Vida” (Curriculum Vitae [CV])!?…
Nome: Pedro Passos Coelho
Morada: Rua da Milharada – Massamá
Data de nascimento: 24 de Julho de 1964
Formação Académica: Licenciatura em Economia – Universidade Lusíada (concluída em 2001, com 37 anos de idade)
Percurso profissional: Até 2004, apenas actividade partidária na JSD e PSD; a partir de 2004 (com 40 anos de idade) passou a desempenhar vários cargos em empresas do amigo e companheiro de Partido, Engº Ângelo Correia, de quem foi diligente e dedicado ‘moço-de-fretes’, tais como:
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest, SGPS, SA;
(2007-2009) Presidente da HLC Tejo,SA;
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest;
(2007-2009) Administrador Não Executivo da Ecoambiente,SA;
(2005-2009) Presidente da Ribtejo, SA;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Tecnidata SGPS;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Adtech, SA;
(2004-2006) Director Financeiro da Fomentinvest,SGPS,SA;
(2004-2009) Administrador Delegado da Tejo Ambiente, SA;
(2004-2006) Administrador Financeiro da HLC Tejo,SA.
Este é o “magnífico” CV do homem que ‘teoricamente’ governa este País! Um homem que nunca soube o que era trabalhar até aos 37 anos de idade! Um homem que, mesmo sem ocupação profissional, só conseguiu terminar a Licenciatura (numa Universidade privada…) com 37 anos de idade! Mais: um homem que, mesmo sem experiência de vida e de trabalho, conseguiu logo obter emprego como ADMINISTRADOR… em empresas de Ângelo Correia, “barão” do PSD e seu tutor e patrão político!… E que nesse universo continua a exercer funções!…
É ESTE O HOMEM QUE FALA DE “ESFORÇO” NA VIDA E DE “MÉRITO”!
É ESTE O HOMEM QUE PRETENDE DAR LIÇÕES DE VIDA A MILHARES DE TRABALHADORES DESTE PAÍS QUE NUNCA CHEGARÃO A ADMINISTRADORES DE EMPRESA ALGUMA, MAS QUE LABUTAM ARDUAMENTE HÁ MUITOS E MUITOS ANOS NAS SUAS EMPRESAS, GANHANDO ORDENADOS DE MISÉRIA!
É ESTE O HOMEM QUE, EM TOM MORALISTA, FALA DE “BOYS” E DE “COMPADRIOS”, LOGO ELE QUE, COMO SE COMPROVA, NÃO PRECISOU DE “FAVORES” DE NINGUÉM… PARA ARRANJAR EMPREGO!… EDIFICANTE… NÃO É?…
DIGA LÁ… DAVA EMPREGO (QUE NÃO FOSSE O DE ‘MOÇO-DE-RECADOS’) A ALGUÉM COM ESTA ‘FOLHA DE SERVIÇOS’?
POIS É… ASSIM, PORTUGAL BEM VAI DEPRESSA PARA O ‘GUANO’!…

In Destak online
30 | 12 | 2011 11.47H
Destak/Lusa | destak@destak.pt

Reformas do Governo “incomodam interesses instalados”


O ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, disse hoje que as reformas em que o Governo está a trabalhar “incomodam muitos interesses instalados”.

“É verdade que muitas das reformas económicas que é preciso implementar incomodam essencialmente os interesses instalados. Só que não há alternativa às reformas na lei laboral, nos licenciamentos, nas rendas e na justiça”, afirmou.

Álvaro Santos Pereira falava hoje em Felgueiras na cerimónia de apresentação da Agenda Regional para a Empregabilidade do Tâmega e Sousa.

O ministro insistiu que “todas estas reformas muitas vezes incomodam, mas são essenciais para a competitividade da economia portuguesa”.

“São essenciais para o crescimento económico”, sublinhou, defendendo que o caminho que o Governo está a trilhar é o que o país precisa.

“Estamos perfeitamente conscientes que, se continuarmos o caminho que tem sido travado nos últimos meses, se assegurarmos o caminho da consolidação orçamental, se levarmos a cabo as reformas que nós precisamos, temos a perfeita consciência que iremos vencer”, disse.

O ministro destacou, a propósito, que nas próximas semanas será apreciada pelo Conselho de Ministros a nova Lei da Concorrência, a qual, explicou, irá tornar “os processos ligados às questões da concorrência mais transparentes”.

“Será uma lei que aproximará Portugal dos parâmetros europeus com uma economia mais aberta e concorrencial”, considerou Álvaro Santos Pereira.

»»»» comentários do jornal online:

– Deixem-se de cegadas e acabem de vez com a economia escondida. Nem mais um pagamento por baixo da mesa!

– Trabalho 10 a 11 horas/dia há mais de 15 anos. Levo trabalho para casa para o fim de semana e muitas vezes durante as férias. E ainda acham que tenho que trabalhar mais? Isto só pode vir de gente que nunca fez nada na vida a não ser dar umas aulas numa faculdade manhosa com almoços de “trabalho” de 3 horas …

– O sujeito que diz ser Ministro da Economia, não passa dum capo da propaganda, chefe do desemprego e impulsionador monetarista. Como esse bastardo não sabe de história económica, ou parece não saber, importa lhe dizer, que o sagrado E.U.A. que ele tanto se aninha, aquando da Grande Depressão também tentou e com um fracasso colossal o tipo de Política Orçamental/Fiscal que esse bacano idolatra. O ilustre país, só saiu da recessão massiva quando adoptou medidas precisamente opostas (keynesianas) ao que esse desatinado se aninha!

– Para que os Cidadãos acreditem num porvir mais humanizado e democrático, +e absolutamente necessária uma Lei ou seja o que seja, que LIMITE as vergonhosas REFORMAS POLITICAS. desta classe que se decadencia…sem vergonha e sem sensatêz…

– OS APOIOS SOCIAIS QUE OS POBRES E CLASSE MÉDIA TINHA, É A ISSO QUE CHAMAS INTERESSES INSTALADOS? NÃO CONHEÇO A TUA MÃE, RAZÃO PORQUE NÃO TE CHAMO GRANDE FILHO DA PUTA!

– E para moralizar ainda mais os cidadãos de Portugal, senhor ministro, acabem com o “aborto” desse acordo ortográfico.

– Não devia deixar-se entrar no eterno discurso da quezília que durante tanto tempo foi praticado pelo político de borra português, senhor ministro. Deixe lá isso, senhor ministro, aproveitem a crise para evoluírem mentalmente, foquem-se no que é fundamental e esqueçam o acessório. Só assim poderão levar o barco a bom porto. Depois, tirem para já daí as ideias de alguma vez irem receber grande aplauso pelo que está a ser feito em Portugal, porque toda a gente sabe que quem está a mandar em Portugal é a troika. Poupem os cidadãos a esse vexame, por favor. Continuem a navegar em “low profile” que é o que vos fica melhor. Não vai mal não senhor, mas não comecem já a estragar. No que respeita aos feriados, senhor ministro, eu se fosse ministro nas actuais circunstâncias nem sequer lhes mexia, pois não são o fundamental da produtividade do país. Aliás um país minimamente produtivo pode muito bem aguentar com eles. Não mexer neles é mostrar o mínimo de respeito pelos cidadãos deste país, é uma espécie de reboçado para quem tem de passar os próximos anos a enfrentar depressão e crise, e a aguentar com tudo isso depois do desfalque que os políticos e banqueiros e etc. deram nas finanças públicas. Há que manter o ânimo do povo pelo menos à tona de água, pelo que devia não mexer nos feriados.

– ENTÃO ESTE CROMO NÃO PARA DE DAR TIROS NOS PRÓPRIOS PÉS? FALA DE INTERESSES INSTALADOS MAS NÃO É DE LEVAR A SÉRIO, TAMBÉM O TEMOS QUE DESCULPAR POIS É CAPAZ DE COM A PRÓXIMIDADE DO NATAL ESTAR MAL DISPOSTO: ENTÃO OS INTERESSES INSTALADOS DO PSD NÃO HAVIAM. OLHE HAVIAM E ALGUNS NÃO FORAM NADA SÉRIOS, POR ISSO DEVIAM SER INSTALADOS NOS HOTÉIS DE GRADEAMENTO, FALO DO OLIVEIRA E COSTA DO ISALTINO, DO DIAS LOUREIRO E DO QUE FOI DAR UMA CONSULTA AO BRASIL À AMIGA DO FEITERA. FORA OUTROS MAIS QUE POR AÍ ANDAM. MAS NÃO SE ABORREÇA QUANDO CHEGAREM OS JULGAMENTOS NÃO HÁ PROVAS CNCLUDENTES, VEM TUDO PARA A RUA COM O RÓTULO DE BONS RAPAZES. E OS INTERESSES PESSOALMENTE INCOMODAM – ME POR ESTAVAM ESTÃO E IRÃO SEMPRE ESTAR COM OS GOVERNOS DO BAILE MANDADO. GOVERNAS TU DEPOIS GOVERNO EU.

– OH CARO ALVARO—————————–OS INTRESSES DO GRANDE CAPITAL E TUDO O QUE ENVOLVE————————–TAMBEM———– ————-HÁ MUITO QUE ESTAO INSTALADOS————————MAS PARA ESSAS ———————instalaçoes—————– –PARECE QUE AS—————— PALAS————————TOLDAM-LHE UMA VISAO MAIS———–PERIFERICA !

In Destak online
21 | 12 | 2011 20.32H
Destak/Lusa | destak@destak.pt

[aviso] – Dado que me encontro a cerca de NOVE DIAS (9), de encerrar este Blogue, deixarei de inserir as minhas notas nos artigos publicados. Em contrapartida, serão inseridos os comentários dos leitores dos respectivos órgãos de comunicação social, sempre que se justifique matéria para isso.[/aviso]

Governo prepara 2012 sob críticas cerradas


Conselho de ministros extraordinário

Ministros sem gravata à saída do conselho de ministros "informal"

Seguro reage duramente a entrevista de Passos e diz que só Governo “demissionário” mandaria emigrar; professores não poupam nas críticas e aconselham a ser o primeiro-ministro a deixar o País; distritais do PSD exigem fim da austeridade

Após dez horas a afinar a estratégia das reformas para um “ano difícil”, o conselho de ministros extraordinário de ontem, em Oeiras, acabou sem conclusões, como planeado. E enquanto os ministros se reuniam, na Figueira da Foz o líder da oposição ensaiava a resposta: António José Seguro acusou Passos Coelho de estar “apaixonado pela austeridade”.

Também a afirmação do primeiro-ministro, numa entrevista, de que emigrar é solução para evitar desemprego dos professores não ficou sem resposta, com o líder socialista a acusar Passos Coelho de estar “demissionário”, “passivo” e de “braços caídos”.

E para juntar às pressões sobre o Executivo, as distritais do PSD contestam agravamento da austeridade. Num almoço no Fundão, dirigentes sociais-democratas pediram ao Governo que comece a aplicar resultados dos sacrifícios.

In Diário de Notícias online
19/12/2011

Tecto de 50 euros para cada ida às urgências


O Ministério da Saúde está a ponderar definir um tecto máximo de 50 euros para a taxa moderadora de uma ida à urgência, independentemente do número e do valor dos exames efectuados.

Segundo o Jornal de Notícias, a medida pretende evitar que se fale em co-financiamento do Serviço Nacional de Saúde.

In Diário de Notícias online
08/12/2011

[aviso] – Esta notícia, a ser verdade, é tão descabida, tão terrorista, tão ignóbil, que nem me atrevo a fazer comentário… [/aviso]

 

 

E os burros somos nós!!!???

Maioria aprova subida do IVA para 23% nos restaurantes


E chumba todas as propostas da Oposição

Maioria chumbou uma proposta do PCP neste sentido, e as restantes acabaram por ficar prejudicadas, não chegando assim sequer a ser votadas

A maioria parlamentar aprovou, esta terça-feira, o aumento do IVA na restauração, entre muitos outros produtos, que deixa de estar sujeito a uma taxa de 13 por cento, passando para 23 por cento, com votos contra de toda a oposição.

A votação que decorreu esta terça-feira no Parlamento concretiza assim o aumento da taxa de IVA na restauração para os 23 por centro, mas também de muitos outros produtos, como as bebidas e as sobremesas lácteas, a batata fresca descascada, os refrigerantes, ou as manifestações desportivas (caso dos bilhetes para os jogos de futebol), entre outros, que passam de 6 para 23 por cento.

Com as normas aprovadas passam ainda de 13 para 23 por cento, as conservas de frutas, frutos e produtos hortícolas, óleos e margarinas alimentares, o café, pizzas e as refeições prontas a consumir, seja em regime de pronto a comer ou de entrega ao domicílio.

As águas de nascente ou águas minerais passam da taxa reduzida de 6 por cento para a intermédia de 13 por cento.

O ponto mais polémico foi mesmo o do aumento do IVA na restauração, que os partidos da oposição, em especial o PS, apresentaram diversas propostas para que este não subisse.

No entanto, a maioria chumbou uma proposta do PCP neste sentido, e as restantes acabaram por ficar prejudicadas, não chegando assim sequer a ser votadas.

O único ponto onde a maioria cedeu em matérias de produtos que sofrem aumento de IVA foi no IVA a que ficam sujeitas as actividades culturais, que em vez de subirem de 6 para 23 por cento, ficando-se pela subida para 13 por cento.

In Correio da Manhã online
29/11/2011 | 12h40

[aviso]  – Esta cambada de gatunos vai por o povo a pão e água! Salazar, o fascista, como é chamado pelos “democratas” da MERDA, era um anjinho ao pé desta escumalha! [/aviso]

Aprovados cortes nos subsídios a partir de 1100 euros


Orçamento

Reflexão foi feita este fim-de-semana e levou o PSD a reunir de emergência esta manhã

A proposta de alteração da maioria parlamentar PSD/CDS para aplicar o corte dois subsídios, férias e Natal, a partir de rendimentos de 1100 euros, na Função Pública e para pensionistas, foi esta segunda-feira aprovada no Parlamento. O PS votou contra neste ponto e absteve-se no aumento do tecto a partir do qual se aplica a suspensão parcial do corte nos subsídios.

A alteração surgiu esta manhã, com o PSD e CDS a avançarem também que o corte de um dos subsídios só se aplicará entre acima dos 600 euros e os 1100 euros mensais. Inicialmente, o tecto para os cortes aplicava-se a partir dos 485 euros.

Na prática, 1, 9 milhões de pensionistas passam à margem dos cortes.

No PS, a deputada Isabel Moreira votou contra.

A reflexão foi feita este fim-de-semana e levou o PSD a reunir de emergência esta manhã.

Em causa estão menos 130 milhões de euros que entram nos cofres do Estado. Para compensar esta perda, a maioria propôs o aumento das taxas sobre as mais valias. Actualmente é de 21,5% e passará para 25%. Também esta proposta já foi aprovada.

In Correio da Manhã online
28/11/2011 | 12h33
Por:Cristina Rita

Jornalista da TVI insultado por Pinto da Costa e agredido


No Estádio do Dragão

O episódio ocorreu numa zona do Estádio do Dragão vedada ao público

Um jornalista da TVI foi agredido no Estádio do Dragão por um elemento do staff do FC Porto, já depois de ter sido insultado por Pinto da Costa, A situação, que aconteceu após o final do jogo entre a equipa azul e branca e o Sp. Braga (3-2), foi revelada domingo à noite no programa ‘Maisfutebol Jornada’, da TVI.

Segundo o relato a TVI, tudo sucedeu numa zona do Estádio do Dragão vedada ao público. De acordo com testemunhas, o jornalista Valdemar Duarte, que narrou a partida em directo, foi abordado por Pinto da Costa depois de descer da tribuna de imprensa. Então, terá sido insultado pelo presidente do FC Porto e agredido por um dos elementos do staff do clube que acompanhava o líder dos dragões.

Mais à frente, junto à entrada da sala de imprensa, seguranças ameaçaram fisicamente o jornalista, pressionando-o para que abandonasse de imediato o recinto. As ocorrências foram comunicadas a elementos da Polícia de Segurança Pública em serviço no Estádio.

In Correio da Manhã online
28/11/2011 | 12h20

[aviso]  – Esses palhaços de merda, morcões do karalho, quando dão os jogos do Benfica pela SportTV, são uma autêntica vergonha os comentários dos porcos ao serviço do clube corrupto do porto e agora, como putas ofendidas vêm armados em paladinos da verdade! Este Porco da Bosta está tão bem protegido como estão bem protegidos todos os corruptos da política. É tudo a mesma bosta, putrefacta que ninguém tem colhões no sítio para os por na sanita e puxar o autoclismo! [/aviso]

Adeptos do Sporting detidos são membros de grupo neonazi


LUZ/VIOLÊNCIA

Cerca de 20 elementos da claque do Sporting 1143 recusaram-se a entrar na caixa de segurança. Dois vão hoje a tribunal.

O polémico grupo sportinguista 1143, conhecido pela sua conotação neonazi e por ter sido dirigida pelo skinhead Mário Machado, actualmente detido por vários crimes violentos, voltou a criar problemas no sábado, antes do Benfica-Sporting, da 11.ª jornada da Liga e que terminou com a vitória dos encarnados, por 1-0.

Cerca de 20 elementos recusaram-se, ostensiva e agressivamente, a integrar a “caixa de segurança” – estrutura que o clube da Luz estreou e que tem por objectivo isolar os adeptos do clube visitante – e a PSP encaminhou-os para os “calabouços” policiais que existem no estádio, onde ficaram até ao final do jogo. Dois dos membros do 1143 foram alvo de processo-crime por danos no acrílico da bancada e vão hoje a tribunal.

In Diário de Notícias online
27/11/2011

Ministro da Administração Interna lamenta incidentes


Benfica-Sporting

O Ministro da Administração interna lamentou hoje os incidentes registados no sábado no jogo de futebol entre Benfica e Sporting, disputado no estádio da Luz, em Lisboa.

A PSP efectuou três detenções e identificou 24 pessoas no âmbito da operação policial para o jogo de futebol entre Benfica e Sporting, e após o jogo, deflagrou um incêndio nas bancadas do estádio do Benfica, que foi dado como extinto cerca das 23:20.

Hoje, em Almeida, à margem da inauguração do novo quartel dos bombeiros locais, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, lamentou os incidentes.

“É triste e lamentável que assim aconteça, temos trabalhado todos, forças de segurança, Liga de Clubes, os próprios clubes, no sentido de aprimorar as condições de segurança”, disse.

No entanto, Miguel Macedo referiu que a segurança nos estádios de futebol também depende “do comportamento de cada um”. “Infelizmente, há pessoas que ainda não sabem comportar-se no quadro de um espectáculo tão bonito quanto é o futebol”, declarou.

Em relação à actuação das forças de segurança durante o jogo, o governante considerou que “as coisas não correram mal”, não fazendo mais comentários por desconhecer “todos os contornos da situação”.

O Sporting perdeu o jogo por 0-1 no terreno do Benfica, em jogo da 11.ª jornada da Liga de futebol.

Fotografia © Marcos Borga /Reuters

foto Jorge Amaral/Global Imagens

foto Steven Governo/Global Imagens

foto Steven Governo/Global Imagens

foto Marcos Borga/Reuters

foto PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

foto Álvaro Isidoro/Gobal Imagens

In Diário de Notícias online
por Lusa
27/11/2011
Fotografia © Marcos Borga /Reuters

[aviso] – Os FDP dos viscondes rascas ainda têm a lata de falarem mal do Benfica! O que é isto que se vê mas imagens? Acções perpetradas por autênticos macacóides cujos neurónios desapareceram há muito e que mereciam não a “jaula” que eles chamaram a um espaço existente já em muitos dos maiores estádios da Europa – porque infelizmente macacóides há em todo o lado -, mas serem deportados para a selva africana junto dos seus irmãos macacos… [/aviso]

PGR devia abrir inquérito à actuação “desproporcionada” da polícia


PSP/agressões

Um responsável da Plataforma 15 de Outubro, que integra o movimento dos indignados, defendeu hoje que o Procurador-geral da República (PGR) devia abrir um inquérito na sequência do vídeo relativo às agressões “desproporcionadas” da PSP a um jovem alemão.

Em declarações à agência Lusa, Renato Guedes, da Plataforma 15 de Outubro, considera que as imagens, que percorrem a Internet e as redes sociais, são elucidativas da “actuação vergonhosa” de vários agentes policiais contra um jovem alemão de 21 anos, no seguimento da manifestação realizada junto do Parlamento no dia da greve geral.

O membro da Plataforma 15 de Outubro defende ainda que o inquérito da Procuradoria-Geral da República (PGR), enquanto garante da legalidade democrática, devia estender-se à actuação da PSP logo no início do dia da greve, ao impor aos piquetes de greve o que “podiam ou não podiam fazer”.

“Há uma subversão do Estado de Direito democrático”, argumentou Renato Guedes, lembrando que também na anterior manifestação do Rossio houve erros na actuação policial, que terminaram com a absolvição de dois jovens detidos na ocasião por alegados insultos à autoridade.

Quanto às informações policiais, veiculadas pela imprensa, de que o jovem alemão está referenciado pela polícia dos dois países e que é uma pessoa perigosa, o membro da Plataforma 15 de Outubro respondeu que “até agora o que existe são boatos” que servem de “cortina de fumo” para tapar a actuação “vergonhosa” da polícia, de que as imagens em vídeo não permitem desmentir.

Renato Guedes diz desconhecer que factos concretos são imputados ao jovem alemão, cujo julgamento por alegada agressão à autoridade, resistência e desobediência foi adiado para 06 de Dezembro, uma data bem distante dos acontecimentos.

Alem do cidadão alemão, na quarta-feira foram também detidas mais seis pessoas, uma das quais uma francesa de 16 anos.

Aquele membro da Plataforma 15 de Outubro referiu que a “polícia tem o monopólio da violência” e que a sua utilização tem sempre que ser “justificada”, o que no caso do jovem alemão não aconteceu, pois foi “desproporcionada”, independentemente da campanha mediática em contrário desenvolvida pela PSP.

Entretanto, a PSP já anunciou a abertura de um inquérito interno de averiguações sobre o caso.

A Plataforma 15 de Outubro, formada na sequência do protesto realizado nessa data nas escadarias da AR, reúne-se domingo à tarde, estando em discussão a análise deste e de outros acontecimentos e a realização de ações futuras.

A Lusa tentou obter um comentário da PSP, mas até ao momento tal não foi possível.

In Destak online
26 | 11 | 2011 13.29H
Destak/Lusa | destak@destak.pt

[aviso] – Desconheço se esse jovem alemão é anarca, se tem registo criminal na Alemanha por distúrbios, bla, bla, bla, mas o facto é que aqui, neste quintal plantado à beira mar, é UM FACTO indesmentível que a Polícia de Choque, à boa maneira dos velhos tempos do Estado Novo salazarista, CARREGA À BASTONADA sobre manifestantes INDEFESOS que apenas pretendem mostrar a sua indignação perante o rumo que o País está a levar! E isso ninguém pode desmentir porque as cargas policiais estão bem documentadas. Se até a própria polícia usou canhões de água contra a “outra” polícia na manif dos Secos e Molhados de triste recordação… o que mais há para acrescentar?[/aviso]

manife de 24 de Novembro – Lisboa (actualização)


Vídeo com alegada agressão de polícia circula na Internet

Está a circular nas redes sociais e blogosfera um vídeo que alegadamente mostra um polícia sem farda a bater com um bastão num homem. As imagens terão sido captadas no contexto da manifestação ocorreu nas imediações do Parlamento, no dia da Greve Geral. VEJA O VÍDEO

No mesmo dia em que o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, elogiou a actuação “ponderada, sensata e competente da PSP” perante os incidentes de quinta-feira junto à Assembleia da República, a Internet debruça-se sobre um vídeo, cuja autenticidade não pode ainda ser verificada, mas que mostra alegadamente uma carga policial sobre, pelo menos, um dos participantes na manifestação de quinta-feira junto ao Parlamento.

Em conferência de imprensa, o ministro desvalorizou os incidentes registados (sem se referir a este em concreto), considerando que os actos de provocação foram gerados por uma minoria.

“O que ontem [quinta-feira] aconteceu em frente à Assembleia da República foi um ato de provocação que não se confunde com a esmagadora maioria dos que participaram na manifestação de forma ordeira”, disse ao jornalistas Miguel Macedo, após ter participado no briefing da direcção nacional da PSP.

»»»» um dos comentários no online a considerar:

Guardei este vídeo. Quero ficar com a cara daquele polícia de casaco branco de capuz. Reparem que por trás, debaixo do casaco, tem uma arma, nota-se no volume saliente do casaco.
Dá-se conta que há ali mais elementos da polícia à civil.
ESTE É UM AVISO MUITO SÉRIO para futuras manifestações. Acho que se devia criar piquetes de segurança especialmente treinados para “caçar” polícias no meio da multidão. Filmar o mais possível as manifestações de frente, focar especialmente aqueles que possam parecer suspeitos de modo a que estes infiltrados se sintam desmascarados. Por experiência sei que elementos destes pertencem às várias polícias, nomeadamente as secretas, e alguns aparecem como inocentes manifestantes empunhando máquinas de filmar. Isto é muito sério, estes elementos são escolhidos a dedo como elementos prontos para tudo. Estes são os elementos que num estado de sítio ou golpe fascistas estão prontos para prender, matar, torturar. Lembrem-se dos milhares de cidadãos assassinados a sangue frio no Chile, Argentina, Brasil e por todo o mundo. Estes elementos são treinados pela Cia e Mossad. Lembrem-se que vêm cá elementos da Cia dar treino a esta gente. Isso é do conhecimento público embora a notícia seja dada como treino dado por simples polícias americanos. Precisamos estar alerta e não sermos ingénuos. Eles não brincam em serviço. Nós também não devemos negligenciar estes factos.

In Visão online
17:50 Sexta feira, 25 de Nov de 2011

manife de 24 de Novembro – Lisboa from Bernardo Barata on Vimeo.
by Bernardo Barata

»»»» Informação de hoje, 26/11/2011:

Desordem na Calçada da Estrela, Lisboa

Bastonadas da PSP foram resposta a espancamento (COM VÍDEO)

Detenção foi gravada e partilhada nas redes sociais

As agressões da PSP a um jovem radical alemão de 21 anos, filmadas por um telemóvel ao princípio da noite de quinta-feira na Calçada da Estrela, em Lisboa, e enviadas por email para as redacções dos órgãos de comunicação social, vão ser alvo de um inquérito interno por parte da Direcção-Nacional desta força de segurança. Fonte oficial da Polícia prometeu conclusões para a próxima semana, mas o CM sabe que o uso excessivo de força por parte dos agentes à civil filmados foi encarado como último recurso para parar a vaga de violência do militante anarca.

O jovem, que segundo várias fontes policiais disseram ao CM está ‘fichado’ na Alemanha pelos crimes de participação violenta em rixas públicas, atacou sem razão aparente um dos vários agentes de investigação criminal que a PSP espalhou pelos arredores da Assembleia da República. O polícia, pertencente à Divisão de Investigação Criminal de Lisboa, foi espancado a murro e pontapé. O agressor teve até “requintes de malvadez”, ao enfiar dois dedos nos olhos da vítima. Sem capacidade de resposta perante a maior envergadura física do jovem alemão, o polícia chegou a desmaiar por alguns segundos.

Vários colegas do agente espancado aperceberam-se da gravidade da situação e, de imediato, intervieram. No entanto, nem quando se viu suplantado em número pela PSP o jovem alemão cedeu. Resistiu violentamente, e só à bastonada foi possível detê-lo.

A Polícia, no entanto, viu-se obrigada a deixá-lo em liberdade, notificando-o para se apresentar na sexta-feira de manhã no Tribunal de Pequena Instância Criminal. O julgamento do detido acabou por ser adiado para 6 de Dezembro, e a PSP não tem agora quaisquer garantias que o jovem alemão se apresente perante a justiça portuguesa.

Depois das manifestações de violência da greve geral de quinta-feira, a PSP tem a atenção redobrada a uma série de alvos de movimentos anarquistas. O ataque com cocktails molotov da madrugada de quinta-feira a três repartições de finanças de Lisboa estava previsto há semanas. De resto, por se tratar perante a lei de crimes de dano, a PSP assumiu a investigação dos mesmos. E trabalha já para evitar novas situações.

In Correio da Manhã online
26/11/2011 | 01h00

Corpo de Intervenção da PSP “impediu” com força física a acção dos piquetes (actuali.)


Greve Geral

Foto: LUSA

O Corpo de Intervenção da PSP interveio “usando a força” em “todas as estações da Carris” para impedir os piquetes de greve que queriam “ajudar” os trabalhadores a “cumprir o direito à greve”, acusou hoje um dirigente sindical.

À Lusa, Manuel Leal, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal (STRUP), afirmou que a administração da empresa enviou uma circular sobre serviços mínimos, em que ameaçava de despedimento quem fizesse greve.

“Na notificação dos serviços mínimos, a empresa ameaçou os trabalhadores que não cumprissem com processos e ameaçaram com despedimentos. Os trabalhadores ficaram extremamente indignados”, relatou.

Manuel Leal explicou que os piquetes tentaram “ajudar os trabalhadores que queriam fazer greve, mas estavam a ser obrigados a furá-la”.

“Os piquetes tentaram que os trabalhadores cumprissem a sua intenção e direito de aderir à greve e a polícia de intervenção usou da força física e impediu a acção pacífica e regulada nos termos da lei”, criticou.

Para o dirigente da STRUP, os piquetes não protagonizaram qualquer alteração da ordem pública.

Manuel Leal informou ainda que a administração da Carris violou o acórdão do tribunal arbitral acerca dos serviços mínimos: 50 por cento de circulação em 13 carreiras.

“Podemos dizer com segurança, que o Conselho de Administração colocou mais autocarros do que eram impostos. Ainda não sabemos a totalidade, mas em algumas carreira era muito visível que se tinha excedido em muito os 50 por cento”, afirmou.

A adesão dos trabalhadores da Carris à greve geral de hoje, segundo o sindicalista, é pela defesa dos postos de trabalho e pelo “direito à mobilidade” que estará em causa se for aprovado o relatório do grupo de trabalho nomeado pelo Governo.

Também João Proença, secretário-geral da União Geral de Trabalhadores (UGT), a empresa “não tem direito a utilizar nenhum trabalhador afecto aos serviços mínimos tendo trabalhadores disponíveis para fazer o trabalho”, acrescentando que se no total se “ultrapassou 50 por cento das 13 carreiras, a empresa cometeu uma violação grave do direito à greve”.

Pela parte da Carris, fonte da empresa afirmou à Lusa que de momento não serão feitos comentários à paralisação.

A greve geral convocada para hoje em Portugal pela CGTP e UGT, para protestar contra as medidas de austeridade decretadas pelo governo, está a “registar forte adesão”, de acordo com informações transmitidas pelas duas centrais sindicais.

Nos grandes centros urbanos como Lisboa e Porto, autocarros e metropolitanos estão praticamente paralisados, havendo também fortes constrangimentos nas ligações ferroviárias a nível do país. A TAP cancelou mais de uma centena de voos.

A greve geral de hoje foi convocada pela CGTP e UGT para contestar as recentes medidas de austeridade do Governo, nomeadamente os cortes nos subsídios de férias e de Natal dos funcionários e pensionistas do sector público.

In Destak online
24 | 11 | 2011 13.28H
Destak/Lusa | destak@destak.pt

[aviso] – O direito à Greve encontra-se institucionalizado na Constituição da República Portuguesa. Qualquer acção, seja ela de que índole for, contra uma Greve, é ILEGAL, de cariz fascista e merece o repúdio de quem ainda possui raízes democráticas. Se querem acabar com a Constituição (e não são poucos), façam-no no lugar próprio. Enviar a Polícia de Choque para travar piquetes de greve, são acções dignas de um Estado Novo, fascista, ditatorial. Portugal anda, desde há muitos anos, mascarado de “democrata”. E ainda há gente que nem deu por isso…[/aviso]

Recessão mais profunda em 2012


Finanças: Debate na especialidade do Orçamento do Estado

Vítor Gaspar deixou ontem claro que a margem de negociação do Orçamento é reduzida

A economia vai resvalar mais do que o previsto em 2012 e a recessão irá agravar-se para 3%, acima dos 2,8% inicialmente estimados pelo Governo. Este novo cenário foi ontem reconhecido pelo ministro das Finanças, Vítor Gaspar, no Parlamento, durante o debate na especialidade do Orçamento do Estado.

Apesar do agravamento das condições económicas, o governante disse ainda que este ano o PIB deverá cair apenas 1,6%, e não 1,9% como estimava o Executivo. As duas alterações serviram de justificação a Vítor Gaspar para desvalorizar o impacto das medidas de austeridade na actividade económica. “Dado que os ajustes são da mesma ordem de grandeza e de sinal contrário, o efeito nas previsões macroeconómicas que integram o Orçamento é muito pequeno”, sublinhou o ministro.

Vítor Gaspar fez ainda questão de deixar claro ao PS que “para discutir alterações [às medidas de austeridade] é necessário que a diminuição de receitas seja compensada pela diminuição de despesa ou pelo aumento de receita”. E lembrou que a regra de corte de 2/3 na despesa do Estado e 1/3 do lado da receita “é ponto de honra e importante para os parceiros internacionais que seja respeitada”.

Aos funcionários públicos, que juntamente com os pensionistas vão sofrer cortes nos subsídios de férias e Natal do próximo ano, Vítor Gaspar teceu rasgados elogios ao empenho que permitiu ao País passar na avaliação da troika.

Hoje, o PS apresenta propostas de alteração ao Orçamento que contemplam, além da devolução de um subsídio aos trabalhadores do Estado e reformados, um aumento em 5% sobre o IRS de montantes superiores a 500 mil euros. Na direita, PSD e CDS preparavam ontem propostas conjuntas.

A execução orçamental de Outubro, cuja divulgação estava prevista para ontem a meio da tarde, foi atrasada em virtude do debate parlamentar .

GOVERNO RECUA NA ALTERAÇÃO DAS TABELAS SALARIAIS

O Governo recuou na intenção de alterar as tabelas salariais dos funcionários públicos. Depois de na sexta-feira o secretário de Estado Hélder Rosalino ter anunciado que o Governo iria “preparar, até ao final de 2012, uma revisão dos escalões salariais do sector público”, fonte oficial do Ministério das Finanças assegurou ontem que “o Governo não tem intenção de mexer nas tabelas salariais da Função Pública” e que “não haverá cortes” nem “mexidas nas tabelas”.

In Correio da Manhã online
22/11/2011 | 01h00
Por:Diana Ramos/ Cristina Rita

[aviso]  – A cara da INCOMPETÊNIA…!!! R U A…!!! [/aviso]

E os burros somos nós?!

Então macacada...???

Passos Coelho pede aos portugueses que não deixem de acreditar


Numa mensagem no seu mural do Facebook, o primeiro-ministro apela aos sacrifícios e diz que este é o momento de “reescrever o futuro dos nossos filhos”.

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, dirigiu-se hoje aos portugueses no Facebook, respondendo muito especialmente a uma mensagem no seu mural de uma portuguesa que já só “toma um banho por semana”, mas que, ainda assim, não consegue equilibrar as suas finanças.

Passos Coelho não dá soluções a Ana Isabel Albergaria. Ou melhor, responde-lhe com um outro post, de Richard Warrell, morador em Oeiras e filho de mãe portuguesa. Chegará?

O chefe de governo começa por dizer que o seu mural do Facebook tem recebido milhares de mensagens, vindo de portugueses de todo o mundo, sendo-lhe impossível acompanhar todos eles. No entanto, a sua equipa faz-lhe chegar muitos desses “posts” e é com base em dois testemunhos que Passos Coelho escreveu uma resposta.

“Desde que anunciei, no dia 13 de Outubro, as medidas mais duras do Orçamento de Estado para 2012, muitas têm sido as mensagens de frustração ou desespero que li nesta página. Mensagens como a da Ana Isabel Albergaria”, diz o primeiro-ministro.

E o que dizia Ana Isabel? “Exmo sr. primeiro-ministro. Votei no senhor e ainda acredito que está a fazer o melhor que pode e sabe. Preciso muito da sua ajuda. É sobre o meu orçamento familiar. Até aqui o ordenado nunca chegava ao fim do mês. Era com os subsídios de natal e férias que eu conseguia equilibrar as finanças, pagar seguros, contribuições, IRS ou outra despesa extraordinária, como um par de óculos. Já cortei tudo… (…) Tomo banho só uma vez por semana, só acendo uma lâmpada, dispensei a mulher-a-dias, só saio no carro em casos extremos. Não sei mais onde cortar e o dinheiro não chega. Por favor diga-me o que hei-de fazer para poder continuar a pagar as obrigações ao Estado. Estou desesperada. Agradeço que me ajude e dê sugestões de como equilibrar as minhas finanças”.

Passos Coelho responde-lhe: “Como a Ana Isabel, muitos de vocês estão assustados com o desafio que temos de enfrentar. Mas acredito também que, por mais que estes sacrifícios nos custem, sabemos hoje que não podemos mais fechar os olhos aos erros do passado. O momento de rescrever o futuro dos nossos filhos é agora e eu acredito que vamos consegui-lo”.

E prossegue: “Felizmente tenho descoberto também nesta plataforma que muitos são os Portugueses que acreditam. Homens e mulheres inspiradores que não baixam os braços. E usando as palavras de um deles – um redactor de Oeiras chamado Richard Warrell, filho de mãe portuguesa, que escreveu ‘Chega. Chegou a minha hora. Vou acordar todos os dias e vou pensar no que vou fazer hoje para que amanhã seja melhor. Vou gastar menos em coisas supérfluas e mostrar aos meus filhos que é assim que deve ser. Vou educá-los de maneira a não caírem nos mesmos erros da minha geração e das anteriores. Esse será o meu legado e o melhor que todos podemos fazer. Estamos a desperdiçar o presente. Asseguremos o futuro. Por mim, o fim acaba aqui. Este barco não vai ao fundo'”.

É recorrendo à mensagem de Richard Warrell que Passos Coelho espera que Ana Isabel consiga “dar a volta por cima”. “À Ana Isabel, ao Richard e a todos os que aqui escrevem diariamente peço que não deixem de acreditar”, apela.

“As dificuldades existem e têm de ser enfrentadas. Mas vale a pena enfrentá-las e ganhar força para as ultrapassar. Trata-se também de uma oportunidade para fazermos as coisas de modo diferente para futuro. Estaremos não apenas a corrigir erros do passado mas sobretudo a construir uma perspectiva de futuro bem mais digna para os nossos filhos e para nós próprios”, conclui o primeiro-ministro no seu mural no Facebook, acrescentando que “Juntos, com trabalho, vamos conseguir”.

Uma hora depois de colocar o seu “post”, Pedro Passos Coelho tinha 782 “likes” e 287 comentários. Uns de total apoio, outros mais inflamados.

In Jornal de Negócios online
21 Novembro 2011 | 18:44
Carla Pedro – cpedro@negocios.pt

[aviso] – ALDRABÃO! Como se pode acreditar num completo ALDRABÃO? Ou já te esqueceste do que disseste quando derrubaste o Sócas e o que fizeste logo ganhaste o pote? Os teus filhos têm o futuro assegurado, os meus nem tanto com as políticas que tu e TODOS os teus antecessores têm tido ao longo dos últimos 30 anos! Andas a ROUBAR os pobres para encheres a pança aos da tua laia! O povo até pode ser sereno, mas olha que a serenidade acaba quando a fome chegar e essa já não tarda pelo caminho que isto está a levar! [/aviso]

E para os que ainda continuam a acreditar neste ALDRABÃO, mentindo com quantos dentes tem na boca e escrevendo estas completas FALSIDADES no “seu” Facebook, para enganar papalvo, aqui ficam as TUAS PALAVRAS, aquelas que dizias, com toda a “convicção” aos Portugueses a fim de conseguires o tão almejado POTE! EU não me esqueci, pá!

– …”Estas medidas põem o país a pão e água. Não se põe um país a pão e água por precaução.”

– …”Estamos disponíveis para soluções positivas, não para penhorar futuro tapando com impostos o que não se corta na despesa.”

– …”Aceitarei reduções nas deduções no dia em que o Governo anunciar que vai reduzir a carga fiscal às famílias.”

– …”Sabemos hoje que o Governo fez de conta. Disse que ia cortar e não cortou.”

– …”Nas despesas correntes do Estado, há 10% a 15% de despesas que podem ser reduzidas.”

– …”O pior que pode acontecer a Portugal neste momento é que todas as situações financeiras não venham para cima da mesa.”

– …”Aqueles que são responsáveis pelo resvalar da despesa têm de ser civil e criminalmente responsáveis pelos seus actos.”

– …”Vamos ter de cortar em gorduras e de poupar. O Estado vai ter de fazer austeridade, basta de aplicá-la só aos cidadãos.”

– …”Ninguém nos verá impor sacrifícios aos que mais precisam. Os que têm mais terão que ajudar os que têm menos.”

– …”Queremos transferir parte dos sacrifícios que se exigem às famílias e às empresas para o Estado.”

– …”Já estamos fartos de um Governo que nunca sabe o que diz e nunca sabe o que assina em nome de Portugal.”

– …”O Governo está-se a refugiar em desculpas para não dizer como é que tenciona concretizar a baixa da TSU com que se comprometeu no memorando.”

– …”Para salvaguardar a coesão social prefiro onerar escalões mais elevados de IRS de modo a desonerar a classe média e baixa.”

– …”Se vier a ser necessário algum ajustamento fiscal, será canalizado para o consumo e não para o rendimento das pessoas.”

– …”Se formos Governo, posso garantir que não será necessário despedir pessoas nem cortar mais salários para sanear o sistema português.”

– …”A ideia que se foi gerando de que o PSD vai aumentar o IVA não tem fundamento.”

– …”A pior coisa é ter um Governo fraco. Um Governo mais forte imporá menos sacrifícios aos contribuintes e aos cidadãos.”

– …”Não aceitaremos chantagens de estabilidade, não aceitamos o clima emocional de que quem não está caladinho não é patriota”

– …”O PSD chumbou o PEC 4 porque tem de se dizer basta: a austeridade não pode incidir sempre no aumento de impostos e no corte de rendimento.”

– …”Já ouvi o primeiro-ministro dizer que o PSD quer acabar com o 13.º mês, mas nós nunca falámos disso e é um disparate.”

– …”Como é possível manter um governo em que um primeiro-ministro mente?”
Conta do Twitter de Passos Coelho (@passoscoelho), iniciada a 6 de Março de 2010. Os tuites aqui transcritos foram publicados entre Março de 2010 e Junho de 2011 (Esta nota final foi rectificada às 19.30 de sexta-feira, 2 de Setembro) Artigo Parcial Citações de Passos Coelho antes das eleições… Comparem o que disse com o que está a fazer!!

Chegam, ou queres ainda o vídeo para não dizerem que são falsas estas tuas declarações? Aqui vai o teu “Best of 2010-2011”:

e a análise correctíssima do Miguel Portas:

Realmente pá, NÃO PASSAS DE UM FARSOLAS…!!!

E os burros somos nós?!

Mas aproveitando neste ACREDITAR ALDRABÃO, no mural do Facebook de Pedro Passos Coelho, encontrei lá esta pérola que dá que pensar e, no meio de tanta vigarice, sorrir:

Tribunal de Contas……….

Será por isso que nos estão a obrigar a apertar o cinto?????????
Estou sem palavras !!!!!!!!

AQUI VOS DEIXO ALGUNS EXEMPLOS DE DÚVIDAS QUE O TRIBUNAL DE CONTAS ENCONTROU NAS DESPESAS PÚBLICAS…

1. ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALENTEJO, I. P.

Aquisição de 1 armário persiana; 2 mesas de computador; 3 cadeiras c/rodízios, braços e costas altas: 97.560,00€

Eu não sei a quanto está o metro cúbico de material de escritório mas ou estes armários/mesas/cadeiras são de ouro sólido ou então não estou a ver onde é que 6 peças de mobiliário de escritório custam quase 100 000€. 2. MATOSINHOS HABIT – MH

Reparação de porta de entrada do edifício: 142.320,00 €

Alguém sabe de que é feita esta porta que custa mais do que uma casa?

3. UNIVERSIDADE DO ALGARVE – ESC. SUP. TECNOLOGIA – PROJECTO TEMPUS

Viagem aérea Faro/Zagreb e regresso a Faro, para 1 pessoa no período de 3 a 6 de Dezembro de 2008: 33.745,00 €

Segundo o site da TAP a viagem mais cara que se encontra entre Faro-Zagreb-Faro em classe executiva é de cerca de 1700€. Dá uma pequena diferença de 32 000 €. Como é que é possível???

4. MUNICÍPIO DE LAGOA

6 Kit de mala Piaggio Fly para as motorizadas do sector de águas: 106.596,00 €

Pelo vistos fazer um “Pimp My Ride” nas motorizadas do Município de Lagoa fica carote!!!

5. MUNICÍPIO DE ÍLHAVO

Fornecimento de 3 Computadores, 1 impressora de talões, 9 fones, 2 leitores ópticos: 380.666,00 €

Estes computadores devem ser mesmo especiais para terem custado cerca de 100 000€ cada….Já para não falar nos restantes acessórios.

6. MUNICÍPIO DE LAGOA

Aquisição de fardamento para a fiscalização municipal: 391.970,00€

Eu não sei o que a Polícia Municipal de Lagoa veste, mas pelos vistos deve ser Haute-Couture.

7. CÂMARA MUNICIPAL DE LOURES

VINHO TINTO E BRANCO: 652.300,00 €

Alguém me explica porque é que a Câmara Municipal de Loures precisa de mais de meio milhão de Euros em Vinho Tinto e Branco????

8. MUNICIPIO DE VALE DE CAMBRA

AQUISIÇÃO DE VIATURA LIGEIRO DE MERCADORIAS: 1.236.000,00 €

Neste contrato ficamos a saber que uma viatura ligeira de mercadorias da Renault custa cerca de 1 milhão de Euros. Impressionante…

9. CÂMARA MUNICIPAL DE SINES

Aluguer de tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines: 1.236.500,00 €

É interessante perceber que uma tenda custa mais ou menos o mesmo que um ligeiro de mercadorias da Renault e muito mais que uma boa casa… E eu que estava a ser tão injusto com o município de Vale de Cambra…

10. MUNICIPIO DE VALE DE CAMBRA

AQUISIÇÃO DE VIATURA DE 16 LUGARES PARA TRANSPORTE DE CRIANÇAS: 2.922.000,00 €

E mais uma pérola do Município de Vale de Cambra: uma viatura de 16 lugares para transportar crianças custa cerca de 3 milhões de Euros. Upsss, outra vez o município de Vale de Cambra…

11. MUNICÍPIO DE BEJA

Fornecimento de 1 fotocopiadora, “Multifuncional do tipo IRC3080I”, para a Divisão de Obras Municipais: 6.572.983,00 €

Este contrato público é um dos mais vergonhosos que se encontra neste site. Uma fotocopiadora que custa normalmente 7,698.42€ foi comprada por mais de 6,5 milhões de Euros. E ninguém vai preso por porcarias como esta?

COMO É POSSÍVEL NÃO ESTARMOS EM CRISE?

COMO DIZ SÓCRATES, É DIFÍCIL CORTAR NAS DESPESAS PÚBLICAS…

NOTA-SE…

ACABÁMOS DE VER ALGUNS EXEMPLOS…

Madeira gasta € 3 MILHÕES em iluminações e fogo de artifício


Governo Regional da Madeira prevê gastar três milhões de euros nas iluminações de Natal e no fogo de artifício do final do ano. Parte da depesa será canalizada para o Orçamento de 2012 por falta de liquidez.

In Expresso online
14:44 Segunda feira, 21 de Novembro de 2011

E os burros somos nós?!

Então macacada...???

 

Governo recua e não vai alterar tabelas salariais


FUNÇÃO PÚBLICA

Fotografia © Paulo Spranger/Global Imagens

O Governo garantiu hoje que não vai mexer nas tabelas salariais dos funcionários públicos, apesar do anúncio feito na sexta-feira pelo secretário de Estado da Administração Pública de querer aproximar o sector público ao privado.

“Não vão haver cortes e não há intenção de mexer nas tabelas salariais dos funcionários públicos nem este ano nem nos próximos”, disse à Lusa fonte oficial do ministério das Finanças.

O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, anunciou na sexta-feira que o Governo irá preparar uma revisão das tabelas salariais do sector público até ao final de 2012.

Hélder Rosalino afirmou que a medida se insere no âmbito de uma revisão do memorando de entendimento acordado entre o Governo e a ‘troika’ – Banco Central Europeu (BCE), Comissão Europeia (CE) e Fundo Monetário Internacional (FMI).

“Posso anunciar que no âmbito da revisão do memorando assinado entre Portugal e a ‘troika’, está prevista a execução de uma nova medida a cumprir no âmbito do programa de assistência financeira: até ao final de 2012 será feita uma revisão dos escalões salariais no sector público”, anunciou.

Hélder Rosalino afirmou que o objectivo era o de eliminar “discrepâncias que possam existir entre os sector público e o sector privado”, mas reconheceu que terá de ser feito um estudo, no próximo ano, para avaliar a situação real do país nesta matéria, mas sem adiantar datas.

O secretário de Estado falava numa intervenção proferida no seminário “A Europa e as administrações em tempos de crise”, promovida pelo Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), que decorreu em Lisboa.

In Diário de Notícias online
21/11/2011
por Lusa

[aviso] – O desnorte neste pseudo-governo já é tanto, que nem sabem lá muito bem o que dizem hoje e desfazem amanhã… Aconselho o Gasparzinho a comprar (o ordenadito dele dá muito bem para isso) um Tablet com 32 GB a fim de andar sempre com as cábulas sobre o que diz e o que faz para não andar sempre em desatino com as contradições… Pá! Se a incompetência pagasse imposto, já vocês não necessitavam de ROUBAR os subsídios de férias e de natal porque vocês andavam todos carimbados! [/aviso]

 

E os burros somos nós?!

Passos Coelho: “Não foi só o Estado que gastou mais do que devia”


Declarações de primeiro-ministro

“É preciso recorrer menos ao crédito. Não foi só Estado que gastou mais do que devia. Pessoas e famílias também o fizeram, por isso têm tantas dívidas à banca” disse hoje o primeiro-ministro.

Já em relação às propostas do PS para manter o IVA em três áreas, Passos Coelho disse não ser possível “substituir receita por não receita ou corte de despesa por não corte de despesa”, rejeitando a possibilidade de serem aceites propostas que façam aumentar o défice do Orçamento de Estado.

Recorde-se que as propostas socialistas pediam a manutenção do IVA na restauração, cultura e alimentação para bebés.

»»» alguns dos comentários do jornal online:

– ESTE HOMEM SÓ GOVERNA PARA PARA OS EMPRESÁRIOS. ESTÃO TODOS BEM PAGOS POR ELES. ELES SÓ PENSAM NA ESCRAVIDÃO, PARA FICAREM NOVAMENTE MEIA DÚZIA A MANDAR NOS MOLECOS. MAS ESTÃO MUITO BEM ENGANADOS.

– Querem ver que foram os trabalhadores que ganham menos de 3000 euros que ficaram com os rios de dinheiro… tenha alguma consciência, saiba que pessoas que ganham a baixo dos 1500 euros vivem com dificuldades…

– se não foi só o Estado então porque é que é só a função publica a ter de pagar a divida? Afinal Sr. Ministro em que é que ficamos? Este homem não sabe mesmo o que anda a fazer e a dizer.

– NÃO HÁ DUVIDAS QUE AS FAMÍLIAS TAMBÉM SE ENDIVIDARAM TODAVIA ALGUMAS SE CUMPREM NA INTEGRA É POR QUE O GOVERNO LHES TIROU PARTE DO DINHEIRO PARA ESSE CUMPRIMENTO E MAIS PAR DO SUBSIDIO ERA NOVAMENTE PARA O ESTADO

– Mas não foi na minha casa que desapareceram milhões e ninguém sabe onde vai esse dinheiro …..isto é um assalto …somos roubados todos os dias para estes senhores viverem bem .. a crise a eles não os afecta em nada…

– POIS NÃO, MAS FOI O ESTADO QUE INDICOU O CAMINHO! QUANDO SE PENALIZA O INVESTIMENTO, A CRIAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO E A POUPANÇA, ESPERA-SE QUE O CIDADÃO E AS EMPRESAS ACTUEM A CONTRA-VAPOR??!

– Passos, tenha consistência, competência,actue de boa-fé e não seja subserviente, afinal temos soberania ou não? O empréstimo não é nenhuma ajuda,caso contrario não teria-mos de pagar juros estupidamente elevados.

– O dinheiro n desapareceu. O dinheiro é só um; e para estar de um lado, não pode estar do outro. Qual é a parte q vocês políticos defensores do capitalismo não percebem? Tem muita gente aqui que também n quer perceber…

– Perdão,não foi o Estado foram os Políticos incompetentes que nos têm desgovernado e a esse ninguém pede contas!!!Os Portugueses estão a ser exprimidos para pagar essa divida, as outras ficam sem os bens e sem as casas.

– e se vocês tivessem uma boa politica em ke as pessoas na perdessem os postos de trabalho,e vocês na viessem com tantos impostos as pessoas tinham mais dinheiro para pagar as suas despesas..

– Senhor Passos Coelho mas quem e o senhor para nos vir dar lições de moral,ainda o senhor usava fralda, já noz éramos emigrantes ,que sabe o Senhor da vida,que sempre foi filho de Papa,gamem a vontade mas não diga asneiras

– “Não foi só o Estado que gastou mais do que devia”-pois não, mas quem paga a divida privada é o povo e se não a pagar não é o estado que a paga. Mas a divida publica é na mesma o povo que a paga e ninguém a paga por ele.

– A questão é que eu ao contrário do estado consigo pagar as minhas responsabilidades e não ando a fazer créditos para pagar outros créditos.

– Já agora sr. PM..esqueceu-se..das empresas..” elementar meu caro Watson ” como diria Sherlock Holmes….!!!!

– “Pessoas e famílias também o fizeram” Sim Sr.Passos Coelho! O senhor Passos, está a omitir que esses bancários incentivaram as pessoas ao crédito sem qualquer controle. 2008 EUA, não lhe diz nada?!

In Correio da Manhã online
19/11/2011 | 14h50

[aviso] – Tão novinho… e já sofre de Alzheimer, tadinho! Este bétinho cada dia que passa sabe menos o que está a fazer naquele lugar que lhe deram de bandeja a que chamam de “primeiro-ministro”. O primeiro parágrafo, então, é de quem se tem um “curso” de “economia” como ele diz ter (eu já não acredito nesta canalha desde há anos), o mesmo deve ter sido tirado ali p’rós lados da Universidade de Cacilhas, esquina com a do Porto Brandão…
Realmente não foi o Estado que gastou mais do que devia… quem gastou mais do que devia foram os políticos: Mário Soares, Cavaco Silva, António Guterres, Durão Barroso, Santana Lopes, Sócrates e Passos Coelho que está também a ir na onda dos antecessores, é que foram os verdadeiros GASTADORES, ESBANJADORES, dos biliões de €uro$ que entraram em Portugal, vindos da CEE, nomeada e principalmente na era do sr. Silva, o principal causador da destruição da nossa frota pesqueira e respectiva indústria, da agricultura e das respectivas produções, dos têxteis, etc., etc., etc..
E as famílias se pediram crédito, os Bancos quase que as “obrigavam” a isso com promessas milagrosas de benefícios para aqui, rendimentos para acolá, aliás, um total ENGANO, como enganados temos sido por esta canalha política! Então não eras tu, que antes das eleições, no tempo do Pinóquio I, dizias e juravas a pés juntos que o PPD tinha todas as soluções para sair da crise sem entrar no bolso dos Portugueses?
E se as famílias têm “tantas dívidas à banca”, é porque vocês, políticos da merda, têm andado a ROUBAR, a esmifrar tudo o que essas famílias dispunham na altura de realizarem esses créditos. E se essa receita congela (salários), ou é reduzida pelo constante e grosseiro aumento de custo de vida a todos os níveis, quer fiscal, quer económico, bem como pelos autêntico ROUBOS de subsídios de férias, de natal, não é preciso ser-se “economista”, mesmo que da merda, para se ter uma noção que vai existir falência. Até o Ti Manel das Iscas sabe isso quando faz as contas na sua mercearia de aldeia, pá! Vai chamar estúpidos aos teus colegas de partido ou de governo, não chames burro aos Portugueses que, comparados com vocês estão a muitos pontos de qualificação acima do vosso nível de competência!
Estes gajos já demonstraram, concreta e plenamente, que NÃO TÊM A MÍNIMA COMPETÊNCIA PARA GOVERNAREM PORTUGAL e estão ali apenas a cumprirem ordens dos COLONIZADORES do eixo franco-alemão, ou seja da dupla Merkozy, sendo estes os verdadeiros “governantes” de Portugal! Será por isto que eles querem abiolir o feriado do 1º. de Dezembro? para não nos lembrarmos que foi a data da Restauração de Portugal face aos invasores espanhóis? [/aviso]

Para todos aqueles que gostam de relembrar a nossa História, aqui fica um extracto do que se encontra na Wikipédia:

A grande preparação para a revolta

A ideia de recuperar a independência era cada vez mais poderosa e a ela começaram a aderir todos os grupos sociais.

Os Burgueses estavam muito desiludidos e empobrecidos com os ataques aos territórios portugueses e aos navios que transportavam os produtos que vinham dessas regiões. A concorrência dos Holandeses, Ingleses e Franceses diminuía-lhes o negócio e os lucros.

Os nobres descontentes viam os seus cargos ocupados pelos Espanhóis, tinham perdido privilégios, eram obrigados a alistar-se no exército espanhol e a suportar todas as despesas. Também eles empobreciam e era quase sempre desvalorizada a sua qualidade ou capacidade! A corte estava em Madrid e mesmo a principal gestão da governação do reino de Portugal, que era obrigatoriamente exigida de ser realizada “in loco”, era entregue a nobres castelhanos e não portugueses. Estes últimos viram-se afastados da vida da corte e acabaram por se retirar para a província, onde viviam nos seus palácios ou casas senhoriais, para poderem sobreviver com alguma dignidade imposta pela sua classe social.

Portugal, na prática, era como se fosse uma província espanhola, governada de longe. Os que ali viviam eram obrigados a pagar impostos que ajudavam a custear as despesas do Império Espanhol que também já estava em declínio.

Foi então que um grupo de nobres – cerca de 40 (conjurados)- se começou a reunir, secretamente, procurando analisar a melhor forma de organizar uma revolta contra Filipe IV de Espanha. Uma revolta que pudesse ter êxito.

A revolta do 1º de Dezembro de 1640

Começava a organizar-se uma conspiração para derrubar os representantes do rei em Portugal. Sabiam já que teriam apoio do povo e também do clero.

Apenas um nobre tinha todas as condições para ser reconhecido e aceite como candidato legítimo ao trono de Portugal. Era ele D. João, Duque de Bragança, neto de D. Catarina de Bragança, candidata ao trono, em 1580.

Em Espanha, o rei Filipe IV também enfrentava dificuldades: continuava em guerra com outros países; o descontentamento da população espanhola aumentava; rebentavam revoltas em várias regiões – a mais violenta, a revolta da Catalunha (1640), criou a oportunidade que os portugueses esperavam. O rei de Espanha, preocupado com a força desta, desviou para lá muitas tropas.

Faltava escolher o dia certo. Aproximava-se o Natal do ano 1640 e muita gente partiu para Espanha. Em Lisboa, ficaram a Duquesa de Mântua, espanhola e Vice-rei de Portugal (desde 1634), e o português seu Secretário de Estado, Miguel de Vasconcelos.

Os nobres revoltosos convenceram D. João de Bragança, que vivia no seu palácio de Vila Viçosa, a aderir à conspiração.

No dia 1 de Dezembro, desse ano, invadiram de surpresa o Palácio real (Paço da Ribeira), que estava no Terreiro do Paço, prenderam a Duquesa, obrigando-a a dar ordens às suas tropas para se renderem – e mataram Miguel de Vasconcelos.

Lá fora… como cá…


… é assim que “as forças ao serviço do capitalismo” tratam quem apenas tem VOZ para se defender.

Mesmo assim os cobardolas, depois de lançarem gás pimenta sobre jovens indefesos, sentados no chão, quando começaram a retirar, fizeram-no sempre numa táctica de defesa. É que se aquela malta toda, mesmo sem armas, investisse sobre os “heróis” do gás pimenta e respectivos acessórios, ficavam simplesmente triturados!

Mete-me NOJO, DESPREZO ABSOLUTO e cada vez me sinto mais REVOLTADO ao ver cenas deste tipo. É que uma coisa é termos armas na mão para nos defendermos, outra coisa é levarmos porrada porque as únicas armas que dispomos é a VOZ. Incómoda para estes filhos da puta, é certo, mas não é esta MERDA UMA DEMOCRACIA, CARALHO?

E atenção que cá não vai demorar a suceder o mesmo, pois os métodos são os mesmos como aliás já tem sido bem demonstrado em muitas manifestações! Se polícias utilizam canhões de água contra polícias… está tudo dito!

Um grupo de estudantes da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, foram vítimas de brutalidade da polícia esta sexta-feira, na sequência de protestos ligados ao movimento ‘Occupy Wall Street’ que decorreram nas instalações académicas.

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/eRIQwynNMsJy5SjB1yos/mov/1

A Rebaldaria
19/11/2011

Julho 2017
S T Q Q S S D
« Jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Sondagem

REVISÃO DE TEXTOS



Todos os textos aqui inseridos, são corrigidos para a Língua Portuguesa de antes do acordo ortográfico.

Mentiroso…!!!

visitas

Map

visitas desde 17/08/2011

artigos interessantes…

... não só pelos conteúdos, como pelos comentários que demonstram o que esta canalha política no poder (e não só) merece da maioria dos portugueses...

- Diário de Notícias: Cavaco sublinha importância da coesão nacional

- Diário de Notícias: Electricidade da Madeira desmente novo 'buraco'

- Expresso: Jardim diz que não se arrepende do endividamento

Os responsáveis pela derrocada de Portugal

Mário Soares - 9 de Junho de 1983 - 6 de Novembro de 1985

Cavaco Silva - 6 de Novembro de 1985 - 28 de Outubro de 1995

António Guterres - 28 de Outubro de 1995 - 6 de Abril de 2002

Durão Barroso - 6 de Abril de 2002 - 17 de Julho de 2004

Santana Lopes - 17 de Julho de 2004 - 12 de Março de 2005

José Sócrates - 12 de Março de 2005 - 21 de Junho de 2011

Passos Coelho - desde 21 de Junho de 2011

promessas do passado…

C E N S U R A

A partir desta data e tal como já foi exercido com outro online, este Blogue deixará de inserir notícias publicadas no Correio da Manhã online, dado que ontem foram deixados 3 comentários naquele online que não foram publicados e que se encontravam completamente dentro das regras exigidas pelo jornal nesta matéria.

Notícias Bravas
12.09.2011

salários mínimos na Europa

Bulgária € 123,00
Roménia € 153,00
Polónia € 281,00
PORTUGAL € 525,00
Grécia € 628,00
Espanha € 728,00
Reino Unido € 1.010,00
França € 1.321,00
Bélgica € 1.387,00
Irlanda € 1.462,00
Luxemburgo € 1.642,00

valores calculados sobre 14 meses
(incluem férias e 13º. mês)

E já que falam tanto em colocar Portugal ao mesmo nível dos países da UE, esqueceram-se da igualdade do salário mínimo?

Portugal fora da U.E.

frases ao acaso…

- Impressionante como Portugal não apresenta novos quadros na política e no seu grande empresariado. Onde estão os jovens portugueses? Ouvir um mesmo Cavaco e Silva há mais de três décadas é dose. Um Mário Soares, um Ramalho Eanes (esse ainda está vivo?), é brincadeira. Juventude lusitana assumam logo seu país antes que esses incompetentes o levem à derrocada total. Vejo diariamente a SIC e fico impressionado com o quadro político que se apresenta do continente à Madeira e Açores. Os comentários intermináveis e inócuos no programa "Quadratura do Círculo". O nome diz tudo: Umas bestas quadradas vociferando asneiras em círculo que não levam a lugar algum. Triste ver a nação de Camões, da Escola de Sagres, da Universidade de Coimbra acabar assim.

- Este Governo age como autêntico capataz da Srª. Merkel e Sr. Sarkozy. É o próprio Governo a dizer que os Portugueses têm que fazer sacrifícios, tem que ir para além da troika, para a Srª Merkel e o Sr. Sarkozy ficarem satisfeitos. E para agradar aos olhos daquelas duas personagens, este Governo submete os Portugueses a uma política que não leva a lado nenhum se o objectivo é pagar a dívida. Mas como o que interessa é o sorriso das tais personagens, este Governo optou por medidas de fazer sangue e quando o faz há quem corra para junto de Merkel e de Sarkosy a perguntar se está bem assim ou querem com mais sangue? São pacotes de austeridade atrás de pacotes de austeridade, são impostos directos acompanhados com cortes de vencimentos e como ainda acham,o Governo, que os Portugueses ainda ficam com uns trocos para matar a fome lá vêm com impostos indirectos... O simples cidadão está ensanduichado e sufocado em impostos...
O que este Governo condenou o anterior está a fazer ainda pior e sem se importar com políticas sociais e económicas... O que interessa a este Governo é que Merkel sorria de satisfação, bata palmas a este espectáculo de circo romano onde os Portugueses foram atirados às feras. O Governo fica sempre satisfeito com o seu desempenho quando Merkel bate palmas!!!!
Não temos um Governo inovador para contornar a crise ao serviço dos Portugueses, temos sim um capataz/carrasco ao serviço de quem lhes passa as mãos pelas costas!

- O povo português não é todo estúpido, subserviente e ignorante, temos de calar esta gente sem escrúpulos que manda trabalhar e nada faz pelo país, gente vendida ao capitalismo internacional. A paciência tem limites e o desespero já começa a fazer comichão nas palmas das mãos, prontas para distribuir chapada por esta gentalha miserável e oportunista que reduziu uma nação soberana a uma coutada de meia dúzia de atiradores furtivos que gosta de gozar com a cara de quem ainda acredita no seu país. O melhor é mudarem de discurso senão tudo pode acontecer e os responsáveis por isso terão de fazer as malas e bater com os calcanhares no traseiro.

- Num País de aldrabões e corruptos, nada é demais!!... Vale tudo, até tirar olhos!!! Fazem o que querem e o Povo consente!!! Aqui é que está o mal!!... É o Povo consentir toda esta bagunça e esperar pelo dia D, da sua desgraça!!! Mas, alguma vez existe alguma legislação ou Lei ou seja lá o quê, credível neste País!!! Só nos resta a natureza que essa mão falha!!! Para o ano, serão também taxados os Subsídios de Férias e de Natal, até nos levarem à depressão e ao suicídio!!! Só a INSURREIÇÃO será a solução, nada mais!!! E O POVO PÁ!!!!

- "Portugal é hoje um paraíso criminal onde alguns inocentes imbecis se levantam para ir trabalhar, recebendo por isso dinheiro que depois lhes é roubado pelos criminosos e ajuda a pagar ordenados aos iluminados que bolsam certas leis".

- Farto deste sistema de merda que nos engole
Farto destes políticos a coçar os colhões ao sol
Farto de promessas da treta
Sobem ao poder metem as promessas na gaveta
Farto de ver o país parado como uma lesma
Ver as moscas mudarem e a merda ser a mesma
Farto de miséria, o povo na pobreza
Uns deitam a comida fora, outros não a têm à mesa
Farto de rótulos, estigmas e preconceitos
Abrir os olhos e ver que não temos os mesmos direitos
Farto de mentiras, farto de tentar acreditar
Farto de esperar sem ver nada a melhorar
Farto de ser a carta fora do baralho
Farto destes cabrões neste sistema do caralho
Não te iludas ninguém quer saber de ti
Todos falam da crise mas nem todos a sentem
Muitos com razão, mas muitos deles apenas mentem
Crimes camuflados durante anos a fio
Tavam lá todos eles mas ninguém viu
Não foi ninguém, ninguém fez nada,
E se por acaso perguntarem ninguém diz nada
Farto de ver intocáveis saírem impunes
Dizem que a justiça é para todos mas muitos são imunes
Dois pesos, duas medidas
Fazem o que fazem, seguem com as suas vidas
Para o povo não há facilidades
E os verdadeiros criminosos do lado errado das grades
Boss AC

- O povo português, mesmo com todos os seus defeitos e manias, não merece estar à mercê de uma classe política que só se importa consigo própria.
100editora.net

- Marinho Pinto é tipo ciclone... nunca se sabe que rumo e intensidade toma... Às vezes diz umas verdades...outras burrega em toda a linha. Perdeu na sua defesa do pagamento das defesas oficiosas. Os Advogados metiam "mesmo" a mão na massa, como a ministra já provou, como se verifica pela quantidade de casos descobertos. Agora Marinho ameaça , numa reacção pouco civilizada e imodesta. É o que temos neste país... Marinhos Pintos e João Albertos....

Jardim pede independência da Madeira - Há pouco mais de 5 séculos 2 intrépidos navegadores,João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira, cobriram de glória o nome de Portugal, abrindo as portas à grande epopeia dos Descobrimentos Portugueses. Contrariamente ao que diz o apátrida Jardim, atraiçoando a memória destes grandes portugueses, a Madeira nunca foi COLONIZADA, por ser um arquipélago sem ocupação humana, à data da descoberta.
Esta última e miserável declaração desta ingrata personagem conduz-nos a uma situação sem retorno e exige a realização de um REFERENDO que nos permita saber se os portugueses da Madeira querem manter a sua condição de PORTUGUESES – com todas as obrigações e direitos –ou se, pelo contrário, querem embarcar num navio à deriva, que rapidamente afundará, conduzido por um rasca aprendiz de marinheiro que condenará a população da Madeira a um futuro pouco risonho.

- No exterior são muitas as vozes - Martin Feldstein, George Soros são dois exemplos - que consideram provável que Portugal acabe por sair do euro pelo seu pé, uma vez que não terá condições de aguentar tanta austeridade ou de crescer com as regras do euro, orientadas para economias fortes. Esta semana, em entrevista à SIC, o economista João Ferreira do Amaral - crítico da entrada de Portugal no euro - apontava que vista de fora, sem o envolvimento com o país, a situação insustentável seria fácil de observar.

- Chamar merceeiros a estes "gestores/economistas" de pacotilha, é ofender seriamente os verdadeiros merceeiros...

- Hoje não há uma notícia que nos deixe reconfortados e o problema é só um: o mundo neoliberal em que nós mergulhámos deixou-nos neste estado de pura desgraça. Cavaco começou esta pouca vergonha em Portugal: ele o timoneiro e os seus comparsas. Gente sem categoria nenhuma pouco cultos sem inteligência que vieram dos montes para singrarem na cidade e na política onde se consegue um bom emprego a não fazer nada e depois conseguir-se um grande lugar numa empresa ou em várias. É uma alegria: pessoas com 5 e 6 reformas. Eu sei. Dinheiro muito dinheiro da CEE mal gerido e desperdiçado nas mãos de gente nada séria.Uma máfia. BPN, BPP, MADEIRA. Os portugueses a pagarem as vigarices do homem que quer passar a imagem de honesto mas que a mim nunca me enganou.

- O 25 de Abril tem sido um paraíso fiscal para estes políticos Gatunos que deixam as famílias portuguesas falidas e eles Milionários...!!!

- Votar, em Portugal, já não é democrático, é consentir que o crime de corrupção prolifere sem limite. Podemos travá-los? Sim...
Sem o teu voto, eles não são nada!

- "O País entrou no bloco operatório para fazer uma lipoaspiração e, devido a um erro clínico, saiu de lá sem um rim e com um braço a menos"

- Paulo Macedo, esse grande herói da Direcção-Geral dos Impostos, com vasto currículo na Saúde, quer, por exemplo, economizar nos transplantes. Muito bem. Toda a gente sabe que essas operações são meros caprichos e que, frequentemente, as listas de cirurgia estão cheias de utentes que querem mudar de fígado só porque o que tinham estava fora de moda.

- O ministro também anunciou que o Estado deixará de comparticipar a pílula, sem dúvida uma excelente maneira de combater o aborto. O mesmo caminho segue a vacina contra o cancro do colo do útero e os medicamentos para asmáticos, esses malandros que querem respirar à borla.

- Com menos portugueses e mais asfixiados, certamente o Estado terá menos despesas. Confirma-se: não há vida além do défice.

Porque é que as dívidas de particulares aumentam?

Existem por aí uns economistas de capoeira, a mandarem bitaites sobre os "calotes" que as famílias pregam à banca e às "sociedades financeiras" que designo de "mercearias de dinheiro fácil" sem terem em linha de conta, na maioria dos casos, do porquê de tal situação.
O Dr. Paulo Morais em meia dúzia de frases, sintetizou os porquês dessa situação e eles são, principalmente:

- Ganância irresponsável de uma Banca usurária.
- Quando se vulgarizaram, o crédito ao consumo e os empréstimos pessoais pareciam uma solução fácil. Um embuste colossal.
- As empresas de crédito ao consumo lançaram milhões num inferno. Prometiam taxas de juro que eram já de si elevadas. Mas a estas acresceram comissões, seguros, impostos e outros assaltos. Obrigam assim os clientes ao pagamento de taxas anuais efectivas de encargos (a famosa TAEG) de quase 30 por cento. Em famílias de escassos recursos, estes empréstimos provocaram a insolvência.
- Ao longo de anos, as autoridades de supervisão bancária nada fizeram. Sucessivos governos deixaram os consumidores de produtos financeiros à mercê das verdadeiras sanguessugas que são as sociedades financeiras de “apoio” (?!) ao consumo e de concessão de crédito pessoal.
- Há que tentar perceber a ausência de intervenção do Banco de Portugal e até a inércia do Ministério Público, incompreensível, uma vez que a usura em Portugal constitui crime. De seguida, baixar compulsivamente as taxas, repondo a equidade.

Nem o Banco de Portugal, nem o Ministério Público, nem os (des)governos, todos eles, em conjunto, alguma vez puseram cobro a esta USURA que, como Paulo Morais diz, constitui CRIME em Portugal.

A.C.A.M.

União de Doentes com Cancro em risco de fechar

A União Humanitária dos Doentes com Cancro (UHDC) anunciou hoje que corre o risco de encerrar devido à redução de donativos e apela às dádivas dos portugueses para poder continuar a apoiar estes doentes e os seus familiares.
Em comunicado enviado à agência Lusa, a UHDC refere que, "devido à crise e consequente drástica redução de donativos", está a "passar por graves dificuldades económicas".
Nas contas da UHDC está já com um saldo negativo de 27 mil euros, relativo a 31 de Agosto, valor que a organização precisa reunir até final do ano, "de modo a garantir o pagamento de salários e a prossecução de todas as suas actividades de apoio a doentes com cancro e seus familiares, nomeadamente, a Linha Contra o Cancro e o Núcleo de Apoio ao Doente Oncológico".
A União Humanitária dos Doentes com Cancro apela aos contributos da população (empresas e particulares), disponibilizando a conta da organização no Montepio com o NIB: 0036 0216 99100077363 22.
Esta associação - que tem como primeiro objectivo apoiar os doentes com cancro e seus familiares, mediante a prestação de diversas valências de apoio, inteiramente gratuitas - promove anualmente uma campanha de angariação de fundos, de modo a garantir a sua sustentabilidade, tendo registado este ano uma redução de cerca de 30 mil euros face à campanha do ano passado.
Esta redução de fundos "coloca em causa a sobrevivência da associação", lê-se no comunicado.

inquérito Diário Digital

Inquérito JN 500 euros aos alunos

Inquérito JN sobtre quebra de proditividade

Inquérito JN – Taxa para financiar bombeiros

Inquérito J.N. desvio contas Madeira

aldrabices de algibeira

"Ninguém nos verá no Governo a impor sacrifícios aos que mais precisam apenas para fazer de conta que está tudo bem, se as coisas não estiverem bem, nós teremos de dizer que aqueles que têm mais, têm de ajudar mais os que têm menos em Portugal".
Passos Coelho
In JN de 2011-06-01

"A Grécia pediu ajuda e falhou. E sabem o que é que pode acontecer? Pode não haver mais ajuda externa. Não é a Europa que pode estar em causa com o Euro. São os gregos que podem ficar de fora da Europa e podem sofrer o que não é justo que sofram", disse, num paralelo com o que pode vir a acontecer a Portugal, se não houver um Governo "forte e coeso".
"Nós não podemos ter um Governo que faça de conta, que minta".
"Não percam tempo com quem já sabe que fracassa, dêem força a quem pode ganhar Portugal", pediu, apelando a que, numa "altura histórica" como a que Portugal vive, os portugueses não votem num Governo que "pode deitar tudo a perder".
Para além de ter dito: GOVERNAR PORTUGAL É IR AO POTE!
Passos Coelho
In JN de 2011-05-29

“O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, garantiu hoje que, se ganhar as eleições, “não vai mexer nas taxas de IVA” e que pretende recolher mais dinheiro dos impostos “alargando a base”. “Eu já tive ocasião de dizer que o PSD, e eu próprio, não vamos mexer naquilo que são as taxas de IVA que estão previstas, nomeadamente no acordo que foi estabelecido com a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional. Nós vamos ter de recolher mais dinheiro dos impostos alargando a base, que não aumentando ou agravando as taxas do imposto”, disse.”<
Passos Coelho falava numa acção de campanha em Valença do Minho, durante a qual ouviu as preocupações dos comerciantes e dos autarcas locais sobre a disparidade já existente entre o IVA em Portugal e em Espanha.”
In LUSA/SOL 30 de Maio de 2011

A 01.Abr.2011, Passos Coelho GARANTIU a uma aluna de uma escola de Vila Franca de Xira que NÃO IRIA MEXER NO SUBSÍDIO DE NATAL 2011...!!!

C A R R I S

15% de aumento nos títulos de transporte resultaram na continuidade dos maus serviços prestados aos utentes!
Equipamentos de ar condicionado, em pleno Agosto, com temperaturas exteriores mais frescas que dentro das viaturas porque o AC está DESLIGADO! 80% dos motoristas devem ser alérgicos ao AC pois pela janelinha do lado deles entra corrente de ar, ao passo que os que pagam o seu título de transporte vão numa de sauna forçada!
E como isto é um País de mansos, onde ninguém protesta, a estória continua diariamente... E não esqueçam, seus pategos, que em Janeiro está previsto novo aumento de tarifário...!

arquivo

Blog Stats

  • 178,748 hits

top de classificação

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 24 outros seguidores

autores

Flickr Photos